sábado, 1 de outubro de 2016

Poema Pixo
(versos para decorar papel higiênico)

borrifo
indômito
vômito

verborréia diarrética

pixo

peixe no armário
pelo ao contrário

anarcrônica do caos
pequeno-burguesamente
logomarcando muros

cúmulo mercantil
túmulo da fala

anticomunicação
cala a grafia

grito de bicho
no saco de lixo

coice ortográfico

furúnculo
no cu do kitsch

estética da barbárie



Nenhum comentário:

Postar um comentário